Hoje quero falar com você sobre a importância de estar física e mentalmente presente naquilo que você está fazendo. E quero muito saber sua opinião e se tem algum truque para se manter focado, compartilhe conosco nos comentários.

Têm algumas desvantagens na dispersão.

Quando você está fazendo alguma coisa e não está fisicamente e mentalmente presente, você perde para os dois lados.

Vamos imaginar que você esteja numa aula de matemática, por exemplo, desejando estar lá em Cancún. Ora você na realidade perde pelos dois lados porque você não está nem curtindo a aula de matemática, nem tão pouco está na praia, em Cancún.

Então é preferível que você, ou fique na aula de matemática mesmo e aproveite, vivencie e aprenda ou, porque não, tomar coragem e sair da aula de matemática, admitir que você não quer fazer aula de matemática e ir fazer outra coisa. Quem sabe ir para Cancún.

Então é muito engraçado que às vezes a gente não se toca disso, fica
tentando fazer duas coisas ao mesmo tempo e não percebemos que não estamos fazendo nenhuma delas.

Mas então agora vem um questionamento. Talvez você pergunte pra mim…

Sempre que eu falo nesse assunto em aula, as pessoas me perguntam: “mas então professor Rogério, quer dizer que eu só posso fazer uma coisa, de cada vez?”

Não, você pode fazer duas, pode fazer três, desde que a segunda ou a terceira coisa que você optou por fazer te ajude melhorar a primeira.

Por exemplo: imagine que você está cozinhando e aí você resolve ouvir música ao mesmo tempo. É possível isso?

É, e não tem nenhum problema com isso. Você ao colocar e ouvir música enquanto você cozinha, a tendência é que a comida fique melhor.

Agora o contrário.

É possível ouvir música e cozinhar ao mesmo tempo?

Não, de forma alguma. Porque se você resolveu ouvir música e vai cozinhar ao mesmo tempo, preparar a comida não vai te ajudar a melhorar você ouvir música. Pelo contrário, vai te atrapalhar.

Então fica aí a dica:

Se você está fazendo alguma coisa, esteja física e mentalmente presente, esteja de corpo e alma naquilo. Ou então tenha a coragem de abandonar e de não fazer aquilo.

Da próxima vez que escolher alguma coisa pra fazer faça esse exercício. Esteja física e mentalmente ali presente. E se optar por fazer uma segunda, terceira, veja se essa segunda e essa terceira vão te ajudar a colocar mais foco na
primeira.

Quer mais dicas como essa? Siga-me no Facebook e Instagram.

Tenho também um curso gravado sobre como obter energia para alavancar sua produtividade através da boa alimentação. Saiba mais aqui.