A relação entre respiração, emoção e suas ações

Respiração, emoção e ação

Você sabia que respiração e emoção estão intimamente ligados e que aquilo que você sente depende da forma como você está respirando?

Se você quer se aprofundar nesse assunto, e conhecer sobre a respiração, leia esse artigo ou assista o vídeo até o final.

O professor DeRose costuma dizer que se você escolher conscientemente o ritmo e a profundidade da sua respiração, você consegue determinar que tipo de emoção você vai sentir e consequentemente que tipo de ação você vai executar depois.

Existem muitos estudos sobre isso, e nesse vídeo, Alan Watkins conta o porquê você sente o que sente. Esse estudo demonstra a relação da respiração e nossos sentimentos.

O coração e o ritmo respiratório

Mas na prática, como é que ocorre esse fenômeno?

É mais ou menos assim… o nosso coração, costuma entrar em sintonia com o ritmo da nossa respiração.

Se a minha respiração estiver lenta e ritmada, o meu coração vai entrar
em ressonância com ela. O batimento cardíaco vai ser lento e vai ser ritmado.

Isso vai gerar o tipo de sentimento, um tipo de emoção: descontração, curiosidade, você vai se sentir bem, você vai ficar no estado de descontração.

Se a sua respiração fica lenta, mas fora do ritmo, o seu coração vai entrar
em ressonância com ela. Ele vai ficar lento, mas arritmado.

Ora ele fica lento, depois ele sobe, vai lá em cima depois ele volta, isso porque ele vai entrar e ressonância com a sua respiração.

Isso vai gerar um tipo de emoção: apatia, depressão.

Se a sua respiração está rápida e ritmada, mais uma vez o seu coração entra em ressonância com ela.

Seu coração vai ficar rápido, mas num ritmo. Isso vai determinar o tipo de emoção que você vai sentir. Foco, paixão, determinação, que por consequência vai gerar determinadas ações.

Se a sua respiração esta rápida, mas não tem o ritmo, novamente olha o coração entrando em ressonância com a sua respiração, ficando rápido e fora de ritmo.

Isso também vai gerar um tipo de emoção. Qual? Ansiedade, ódio, por exemplo, que vai gerar outro tipo de ação completamente diferente.

Parece uma coisa simples, mas obviamente  isso exige um treinamento para conseguir colocar isso em prática.

O ideal é que você aprenda a fazer exercícios e técnicas respiratórias. Eles vão condicionar o organismo a executar a respiração adequada aos resultados que você deseja alcançar.

Aconselho que você procure uma das escolas do Método DeROSE, ou entre em contato comigo para tirar suas dúvidas. Vou lhe mostrar o caminho para que você possa aprender também essas técnicas.

Espero que você tenha gostado desse assunto e que compartilhe com alguém que você ache que vai gostar.

Um forte abraço.

 

Porque ler faz bem?

Leitura diária

Algumas pessoas que eu conheço dizem que não tem tempo para ler.

Mas ao mesmo tempo quando começo a conversar com essas pessoas eu vejo que elas gastam um tempo enorme na televisão ou na internet (que no fundo é quase a mesma coisa).

Qual é o problema de passarmos nosso tempo em frente a uma televisão? Qual o problema de passarmos o nosso tempo utilizando informações ou brincadeiras na internet?

O problema é que quando nós passamos muito tempo em frente à algo repetitivo como é o caso da TV ou a internet a nossa mente para e aí nós nos sentimos descansados e ficamos viciados nisso.

Só que tem um problema: como na televisão e na internet a informação vem prontinha a mente para abaixo do nível de consciência.

E aí quanto mais passamos o tempo com a mente parada abaixo do consciente, mais ficamos “burro”, ou seja, perdemos a capacidade cognitiva e teremos mais dificuldade de tomar decisões.

Agora, quando eu me dedico à leitura diária, por exemplo, passando mais tempo na companhia de livros a minha mente também para, eu também descanso, só que dessa vez minha mente estará numa ativada no nível consciente.

E isso faz com que a inteligência se manifeste. Por isso que as pessoas que, em geral, leem muito são mais inteligentes.

Fica aí a minha dica para você

Se você já tenha esse hábito da leitura diária, aperfeiçoe mais ainda.

Se não tem adquira. Reserve todos os dias alguns minutos para sua leitura diária

O que ler?

Eu sugiro que você busque inspiração e sugestões com pessoas que você confia. Eu costumo fazer isso.

Pessoas que eu admiro, pessoas que eu confio, peço sempre dicas.

Quer saber quais foram os últimos livros que eu li?

Anota aí:

  • Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes e
  • o Ser Forte.

Comente aqui se gostou dessa dica e quais o livros você recomendaria para quem quer começar a adquirir o hábito da leitura.

Compartilhe com seus amigos.

Como está a comunicação com a pessoa amada?

Transparência mantém os laços afetivos bem atados

Encontrei um casal de amigos durante um evento e fiquei admirado com a cumplicidade e afeto que percebi na relação deles.

Conversamos um pouco sobre essa relação e me surgiu a ideia de entrevistá-los para compartilhar a experiência deles com vocês.

Gravei um vídeo bem descontraído e tenho certeza que você vai curtir as dicas que o André e a Di Helena compartilharam comigo.

As Árvores e as Pedras

“Era uma vez um menino cheio de idéias estranhas. Ele achava que o infinito era pequeno e que o eterno era curto. Conversava com as Árvores e com as Pedras, e se emocionava com elas, pela magnitude do que lhe contavam. Um dia as Árvores lhe disseram:

– Sabe? No nosso Universo cada uma de nós cumpre o que lhe cabe, pela satisfação de fazer assim. Nenhuma de nós se exime da sua parte. Os humanos passam suas vidas a só fazer coisas que lhes resultem em conflitos, infelicidade e doença. Não fazem o que realmente gostariam. Caem no cativeiro da civilização, trabalham no que não gostam para ganhar a vida e perdem-na, em vão, ao nada fazer de bom. Por isso tornam-se rabugentos, envelhecem e morrem insatisfeitos. Procure você viver feliz como nós, pois alimentamo-nos, respiramos e reproduzimo-nos, de acordo com a Natureza. Assim, quando morremos, na verdade continuamos vivas em nossas sementes e crescemos de novo.

Vá e ensine isso aos que, como você, podem ouvir nossas palavras. Fará muita gente feliz, livre da escravidão da hipocrisia”

As Árvores e as Pedras – Autor: DeRose

Como você lida com seus defeitos?

Neste vídeo eu cito um belo conto que nos ajuda a entender que para alcançar qualquer objetivo, é preciso ter força interior e autoestima. Conhecer seus pontos fortes, apesar das fraquezas, e tirar proveito deles é fundamental para o sucesso.

Espero que curta, comente e compartilhe com seus amigos!