O sucesso depende de sorte ou esforço?

Nesse artigo vou falar com você sobre: sorte ou esforço. O que precisamos mais para obter o sucesso?

Algumas pessoas dizem: Ah! Você é uma pessoa de sorte, por isso que você
conseguiu isso e aquilo.

E outros dizem: Ah! Você conseguiu isso ou aquilo
porque você se esforçou muito.

Sorte ou Esforço

Na minha percepção para ter sorte nós precisamos nos esforçar muito.
Tem uma frase famosa que diz assim:

“Quanto mais eu treino, mais sorte eu tenho. Quanto mais eu trabalho, mais sorte eu tenho.”

Essa semana eu estava falando com uma amiga de Barcelona, trocando ideias sobre isso e nós chegamos a essa conclusão acima.

Na minha reflexão, para que nós tenhamos sorte, pra que nós tenhamos
sucesso naquilo que nós fazemos, nós precisamos trabalhar muito muito muito, muito,  muito mesmo e, além disso, ainda tem um pouquinho de sorte, é claro!

Eu costumo extrair todos os meus ensinamentos da natureza.

Vamos refletir um pouco sobre o processo que aconteceu para nós, eu ou
você, estivéssemos nascido.

Primeiro,  eu tive que dar um pouquinho de sorte… minha mãe e o meu pai se encontraram, se conheceram e tiveram uma relação sexual em um dia que ela estava fértil. Sem isso nada aconteceria.

Até aí foi a pequena participação da sorte no processo do meu nascimento.

A partir daí, eu, na época ainda um espermatozoide, tive que me esforçar muito para vencer minha primeira corrida pela vida, chegar em primeiro lugar e fecundar o óvulo, se não eu não estaria aqui.

Ora se isso acontece no meu processo de nascimento, obviamente isso acontece também em todas as outras situações
da minha vida.

Eu vou ter que ter um pouquinho de sorte e também vou ter que trabalhar muito, me esforçar muito para atingir as minhas metas e os meus objetivos.

Isso se torna mais fácil quando tenho muito claro na minha mente, onde eu quero chegar, pra onde eu quero ir, quais são os meus projetos e os meus propósitos de vida.

Saber dessas coisas faz com que eu trabalhe de forma mais árdua, facilitando para que a sorte me acompanhe.

E você tem facilitado para que a sorte esteja a seu favor?

A importância de estar física e mentalmente presente

Hoje quero falar com você sobre a importância de estar física e mentalmente presente naquilo que você está fazendo. E quero muito saber sua opinião e se tem algum truque para se manter focado, compartilhe conosco nos comentários.

Têm algumas desvantagens na dispersão.

Quando você está fazendo alguma coisa e não está fisicamente e mentalmente presente, você perde para os dois lados.

Vamos imaginar que você esteja numa aula de matemática, por exemplo, desejando estar lá em Cancún. Ora você na realidade perde pelos dois lados porque você não está nem curtindo a aula de matemática, nem tão pouco está na praia, em Cancún.

Então é preferível que você, ou fique na aula de matemática mesmo e aproveite, vivencie e aprenda ou, porque não, tomar coragem e sair da aula de matemática, admitir que você não quer fazer aula de matemática e ir fazer outra coisa. Quem sabe ir para Cancún.

Então é muito engraçado que às vezes a gente não se toca disso, fica
tentando fazer duas coisas ao mesmo tempo e não percebemos que não estamos fazendo nenhuma delas.

Mas então agora vem um questionamento. Talvez você pergunte pra mim…

Sempre que eu falo nesse assunto em aula, as pessoas me perguntam: “mas então professor Rogério, quer dizer que eu só posso fazer uma coisa, de cada vez?”

Não, você pode fazer duas, pode fazer três, desde que a segunda ou a terceira coisa que você optou por fazer te ajude melhorar a primeira.

Por exemplo: imagine que você está cozinhando e aí você resolve ouvir música ao mesmo tempo. É possível isso?

É, e não tem nenhum problema com isso. Você ao colocar e ouvir música enquanto você cozinha, a tendência é que a comida fique melhor.

Agora o contrário.

É possível ouvir música e cozinhar ao mesmo tempo?

Não, de forma alguma. Porque se você resolveu ouvir música e vai cozinhar ao mesmo tempo, preparar a comida não vai te ajudar a melhorar você ouvir música. Pelo contrário, vai te atrapalhar.

Então fica aí a dica:

Se você está fazendo alguma coisa, esteja física e mentalmente presente, esteja de corpo e alma naquilo. Ou então tenha a coragem de abandonar e de não fazer aquilo.

Da próxima vez que escolher alguma coisa pra fazer faça esse exercício. Esteja física e mentalmente ali presente. E se optar por fazer uma segunda, terceira, veja se essa segunda e essa terceira vão te ajudar a colocar mais foco na
primeira.

Quer mais dicas como essa? Siga-me no Facebook e Instagram.

Tenho também um curso gravado sobre como obter energia para alavancar sua produtividade através da boa alimentação. Saiba mais aqui.

A relação entre respiração, emoção e suas ações

Respiração, emoção e ação

Você sabia que respiração e emoção estão intimamente ligados e que aquilo que você sente depende da forma como você está respirando?

Se você quer se aprofundar nesse assunto, e conhecer sobre a respiração, leia esse artigo ou assista o vídeo até o final.

O professor DeRose costuma dizer que se você escolher conscientemente o ritmo e a profundidade da sua respiração, você consegue determinar que tipo de emoção você vai sentir e consequentemente que tipo de ação você vai executar depois.

Existem muitos estudos sobre isso, e nesse vídeo, Alan Watkins conta o porquê você sente o que sente. Esse estudo demonstra a relação da respiração e nossos sentimentos.

O coração e o ritmo respiratório

Mas na prática, como é que ocorre esse fenômeno?

É mais ou menos assim… o nosso coração, costuma entrar em sintonia com o ritmo da nossa respiração.

Se a minha respiração estiver lenta e ritmada, o meu coração vai entrar
em ressonância com ela. O batimento cardíaco vai ser lento e vai ser ritmado.

Isso vai gerar o tipo de sentimento, um tipo de emoção: descontração, curiosidade, você vai se sentir bem, você vai ficar no estado de descontração.

Se a sua respiração fica lenta, mas fora do ritmo, o seu coração vai entrar
em ressonância com ela. Ele vai ficar lento, mas arritmado.

Ora ele fica lento, depois ele sobe, vai lá em cima depois ele volta, isso porque ele vai entrar e ressonância com a sua respiração.

Isso vai gerar um tipo de emoção: apatia, depressão.

Se a sua respiração está rápida e ritmada, mais uma vez o seu coração entra em ressonância com ela.

Seu coração vai ficar rápido, mas num ritmo. Isso vai determinar o tipo de emoção que você vai sentir. Foco, paixão, determinação, que por consequência vai gerar determinadas ações.

Se a sua respiração esta rápida, mas não tem o ritmo, novamente olha o coração entrando em ressonância com a sua respiração, ficando rápido e fora de ritmo.

Isso também vai gerar um tipo de emoção. Qual? Ansiedade, ódio, por exemplo, que vai gerar outro tipo de ação completamente diferente.

Parece uma coisa simples, mas obviamente  isso exige um treinamento para conseguir colocar isso em prática.

O ideal é que você aprenda a fazer exercícios e técnicas respiratórias. Eles vão condicionar o organismo a executar a respiração adequada aos resultados que você deseja alcançar.

Aconselho que você procure uma das escolas do Método DeROSE, ou entre em contato comigo para tirar suas dúvidas. Vou lhe mostrar o caminho para que você possa aprender também essas técnicas.

Espero que você tenha gostado desse assunto e que compartilhe com alguém que você ache que vai gostar.

Um forte abraço.

 

Evolução Pessoal | Esculpindo o Ser Humano

No processo de evolução é preciso conhecer algumas técnicas e conceitos que funcionam como ferramentas usadas para esculpir o modelo de ser humano que buscamos.

Um dos meus cursos chama-se “Como Esculpir o Ser Humano” e o material de divulgação que veio para eu aprovar estava escrito “Como Esculpir o Corpo Humano”.
Eu tive que explicar para a pessoa que não era esculpir o “corpo humano” e sim, esculpir o “ser humano”.

Mas afinal, qual é a diferença? O que é esculpir o ser humano e o que é esculpir o corpo humano?

No Método DeRose  consideramos que o ser humano que é composto de vários veículos de manifestação:

  • um veículo físico denso, que é a parte que podemos enxergar e tocar
  • um veículo emocional que são nossos sentimentos, as nossas emoções
  • um veículo mental que são os nossos pensamentos

Existem outros mais sutis, mas a intenção agora é colocar o foco nesses três básicos: corpo, emoção e pensamento.

Então resumindo, esculpir o ser humano seria trabalhar esse tripé.

Como é que o nosso método faz isso?

Técnicas e conceitos para moldar o ser

Vamos começar pelo mais básico, pelo físico denso.

Nós temos as técnicas corporais orgânicas que fazem um trabalho esplêndido com esse veículo deixando-o mais saudável, com formas mais atléticas, sem fazer exercícios! O que é o melhor de tudo.

Trabalha também de forma a melhorar o funcionamento dos órgãos internos, aumentando a nossa saúde.

Isso é a técnica e temos também um conceito que ajuda a esculpir esse
veículo, a boa alimentação. Recomendamos uma alimentação específica.

Depois o próximo veículo é o veículo emocional.

Consideramos que a melhor maneira para moldar a forma como reagimos às interferências externas é através de exercícios respiratórios, pois respiração e emoção estão intimamente ligados.

Temos excelentes exercícios de respiração em nosso acervo com diferentes propósitos que combinamos com alguns conceitos comportamentais nobres devem ser adotados no dia a dia e que vão auxiliar a ter boas emoções.

E agora o último veículo do tripé, o mental.

Técnicas de concentração e meditação vão fortalecer sua capacidade de raciocínio rápido, foco e produtividade, exercitando o seu músculo mental.

O comendador De Rose costuma dizer que um dos principais objetivos de vida dele é ser justo e perfeito. Quando buscamos a justiça e a perfeição em tudo que fazemos, estamos de uma certa forma esculpindo e fortalecendo o nosso veículo mental.

E você como tem cuidado do seu Ser? Comente, curta e compartilhe.

 

Karma | A lei da ação e reação no seu cotidiano

Karma = Ação e Reação

Você sabe o que é karma e como ele tem atuado em sua vida?

Gosto muito juntar alguns amigos no meu escritório, para tomar chá ou café, comer algumas guloseimas e, obviamente, filosofar.

Em uma dessas ocasiões falávamos sobre a importância da lei da ação e reação e como ela nos afeta.

E alguns falaram: “Karma?! Mas será que isso existe mesmo?”
Então fiz uma brincadeira.  Quer ter a certeza se a lei da reação e reação funciona?

É só sair na rua e agredir alguém.

O que você acha que vai acontecer logo depois disso?

Provavelmente você vai ser agredido.

Claro que eu não estou sugerindo que você saia na rua e agredida os outros. isso é uma brincadeira. Mas eu sugiro uma outra coisa…

Eu sugiro que você saia na rua e faça uma gentileza para alguém. E aí você vai ver o que acontece.

Conclusão da reflexão

Quando nós somos gentis com alguém automaticamente as pessoas são gentis conosco.

Esse é um exemplo trivial, um exemplo simples, de que a lei de ação e reação, ou a lei do karma, funciona mesmo!

Agora o mais importante

Não vamos deixas isso apenas com as coisas triviais do nosso cotidiano.

Comece a levar isso a sério, a observar como você está agindo, e pensando.

“Tudo que eu faço hoje vai criar uma reação e isso vai retornar para mim”.

Quando começo a pensar dessa forma, mais ampla, não é que eu me torne uma pessoa boazinha, não é isso! Na verdade vou me tornar uma pessoa mais consciente.

Eu vou escolher as palavras que eu digo, escolher a expressão que eu faço quando alguém me indaga alguma coisa.

Eu vou escolher a forma como eu vou me comportar quando estou em grupo, porque eu sei que tudo o que eu fizer, vai retornar para mim. Em geral retorna muito rápido e com o dobro da intensidade de que nós ofertamos.

Assista ao vídeo que deu origem a esse post ou ouça o podcast.  Compartilhe, curta,  ou mande o link pra uma pessoa que você acha que vai gostar dessa mensagem.

Um grande abraço.

Porque ler faz bem?

Leitura diária

Algumas pessoas que eu conheço dizem que não tem tempo para ler.

Mas ao mesmo tempo quando começo a conversar com essas pessoas eu vejo que elas gastam um tempo enorme na televisão ou na internet (que no fundo é quase a mesma coisa).

Qual é o problema de passarmos nosso tempo em frente a uma televisão? Qual o problema de passarmos o nosso tempo utilizando informações ou brincadeiras na internet?

O problema é que quando nós passamos muito tempo em frente à algo repetitivo como é o caso da TV ou a internet a nossa mente para e aí nós nos sentimos descansados e ficamos viciados nisso.

Só que tem um problema: como na televisão e na internet a informação vem prontinha a mente para abaixo do nível de consciência.

E aí quanto mais passamos o tempo com a mente parada abaixo do consciente, mais ficamos “burro”, ou seja, perdemos a capacidade cognitiva e teremos mais dificuldade de tomar decisões.

Agora, quando eu me dedico à leitura diária, por exemplo, passando mais tempo na companhia de livros a minha mente também para, eu também descanso, só que dessa vez minha mente estará numa ativada no nível consciente.

E isso faz com que a inteligência se manifeste. Por isso que as pessoas que, em geral, leem muito são mais inteligentes.

Fica aí a minha dica para você

Se você já tenha esse hábito da leitura diária, aperfeiçoe mais ainda.

Se não tem adquira. Reserve todos os dias alguns minutos para sua leitura diária

O que ler?

Eu sugiro que você busque inspiração e sugestões com pessoas que você confia. Eu costumo fazer isso.

Pessoas que eu admiro, pessoas que eu confio, peço sempre dicas.

Quer saber quais foram os últimos livros que eu li?

Anota aí:

  • Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes e
  • o Ser Forte.

Comente aqui se gostou dessa dica e quais o livros você recomendaria para quem quer começar a adquirir o hábito da leitura.

Compartilhe com seus amigos.

Como está a comunicação com a pessoa amada?

Transparência mantém os laços afetivos bem atados

Encontrei um casal de amigos durante um evento e fiquei admirado com a cumplicidade e afeto que percebi na relação deles.

Conversamos um pouco sobre essa relação e me surgiu a ideia de entrevistá-los para compartilhar a experiência deles com vocês.

Gravei um vídeo bem descontraído e tenho certeza que você vai curtir as dicas que o André e a Di Helena compartilharam comigo.

Frases de grandes líderes que inspiram o sucesso

Tenho falado muito sobre a importância de criar hábitos ou rituais diários que nos motivam.

No artigo O Poder das Mentalizações, que também está disponível em vídeo no Youtube e no Facebook dei a dica de como utilizar essa ferramenta para aumentar o seu poder de realização.

Hoje compartilho com você no vídeo abaixo, frases de grandes nomes da humanidade, como Ayrton Senna, Albert Einsten, Kant e DeRose, entre outros que me ajudam a me manter motivado e inspirado para o sucesso em meus projetos.

E você o que faz para se automotivar? Comente abaixo do vídeo.